PETIÇÃO AO AUTORIDADES DA UNIVERSIDADE CATOLICA DE LOUVAIN


Desqualificar o Professor Mercier é renunciar a dar testemunho da fé cristã no mundo!


Assine aqui

e-petitions.org protege a sua privacidade. Você manter-se-á informado sobre os resultados desta petição.


Para 10.45 h 16.842 assinaturas.

Meta: 20.000.



Reverendíssimos Dom Joseph De Kesel (Grão Chanceler), Dom Jean-Pierre Delville, Dom Rémy Vancottem e Dom Guy Harpigny, detentores do Poder Organizador, Excmos. Sr. Jean Hilgers (Presidente do Conselho) e Prof. Vincent Blondel (Reitor),

Os abaixo-assinados vem exprimir respeitosamente seu assombro e perplexidade à vista da declaração oficial da UCL dissociando-se de um texto de curso do Prof. Stéphane Mercier que não faz senão expressar a posição oficial da Igreja Católica a respeito do aborto, qualificado como “crime abominável” pelo Concílio Vaticano II.

 

Para reparar este erro grave, solicitamos que seja emitido um comunicado oficial declarando que, enquanto universidade católica, a UCL adota integral e plenamente as posições de seu docente.

 

O que está em jogo é nada menos que a própria integridade da universidade, a salvaguarda de seu título de “católica” e a honra da instituição que é representada através desse título: a Igreja Católica.

 

Para merecer seu título de “católica”, a UCL deve respeitar os critérios estabelecidos pelo Papa João Paulo II em sua Constituição Apostólica Ex Corde Ecclesiae sobre as Universidades, baseada por sua vez na Declaração Gravissimum educationis sobre a Educação Christã do Papa Paulo VI. Ou seja:

 

  • para cumprir sua missão de búsqueda da verdade, uma universidade católica deve assegurar-se de que as matérias ensinadas e as pesquisas conduzidas mantenham a sua conexão essencial com a Verdade suprema que é Deus e que elas sejam empregadas para o bem autêntico das pessoas e da sociedade humana;

  • para representar efetivamente uma presença pública e duradoura do pensamento cristão no mundo da cultura e para que seus alunos possan tornar-se verdadeiras testemunhas de fé na sociedade, uma universidade católica deve permanecer fiel à mensagem cristã tal como ela é apresentada pela Igreja;
  • Para contribuir realmente para a expansão do tesouro do conhecimento humano, os professores de uma universidade católica devem esforçar-se em “enquadrar o conteúdo, os objectivos, os métodos e os resultados da investigação de cada disciplina no contexto de uma coerente visão do mundo” e em serem “testemunhas e educadores duma autêntica vida cristã, a qual manifeste a integração conseguida entre fé e cultura, entre competência profissional e sabedoria cristã”.

O Professor Stéphane Mercier tem se esforçado por respeitar em seu curso essa vocação de uma universidade católica e é precisamente por sua fidelidade a esse desígnio que ele está sendo vilipendiado, com a conivência covarde de seu próprio empregador, a Universidade Católica de Lovaina.

 

Desqualificando o Prof. Mercier, a UCL desqualifica-se a si própria e merece a dura advertência de Nosso Senhor aos Apóstolos: "Vós sois o sal da terra; mas se o sal perde o sabor, com que se há de salgar? Já não é bom para nada, exceto para ser jogado fora para ser pisado pelos homens. "(Mt, 5, 13).

 

Respeitosamente,

{Seu nome}



En co-opération avec Fédération Pro Europa Christiana.